O CEPPAC é uma subunidade acadêmica da Universidade de Brasília (UnB), vinculada ao Instituto de Ciências Sociais (ICS) e abriga o Programa de Pós-Graduação em
 Estudos Comparados sobre as Américas oferecendo os títulos de Mestre e Doutor
 em Ciências Sociais.


Eventos e notícias

 

la conquista energia

Curso: Pensamento crítico caribenho

6-7-8 de dezembro de 2016

OBMigra logo 

Lançamento do Relatório do Observatório Internacional das Migrações (OBMigra) no dia 07 de dezembro de 2016

logo repam Publicado o Volume 10, número 2, ano 2016 da Revista de Estudos e Pesquisas sobre as Américas
logo clacso

 

O CEPPAC irá coordenar, junto com a Universidad de Buenos Aires (UBA), um dos GTs do CLACSO intitulado "Migración Sur-Sur" durante o Triênio 2016-2019. Mais informações clique aqui!

logoceppacmini2

Concurso público para Professor(a) Adjunto(a) no CEPPAC. Para acessar o edital clique aqui!

logoceppacmini2

Tese de Doutorado de Márcia Guedes Vieira e Dissertação de Mestrado de José Manuel González Cruz recebem o Prêmio de Dissertação e Tese 2015 da UnB.

bce unb

Resultados finais do processo seletivo para Mestrado e Doutorado em Ciências Sociais- Estudos Comparados sobre as Américas

ebook

Série CEPPAC de E-books: O CEPPAC recebe, em regime de fluxo contínuo, propostas de coletâneas para publicação eletrônica.


Nota de apoio do CEPPAC e do PPG/CEPPAC à mobilização dos estudantes da UnB

O Centro de Pesquisa e Pós-Graduação sobre as Américas - CEPPAC e seu Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados sobre as Américas vem manifestar seu apoio à mobilização dos estudantes contra as últimas medidas que vem sendo tomadas pelo atual governo do Presidente Michel Temer e que afetam diretamente o funcionamento e o futuro da educação no país. Assim, o CEPPAC manifesta seu repúdio a PEC 55 (antiga 241), principalmente no que tange ao impacto negativo para a educação, e seu repúdio às propostas recentes de reforma do ensino médio e ao movimento "Escola sem Partido". Compreendemos e defendemos que qualquer política deve estar baseada em diálogo com os que atuam no campo educacional e com a sociedade em geral. Igualmente, o CEPPAC e o Programa manifesta-se absolutamente contrário às mudanças previstas para órgãos como o CNPq e demais agências relacionadas ao futuro da produção científica no Brasil que terão como consequência falta de recursos, de autonomia e prioridade para o campo científico. O CEPPAC e o seu Programa de Pós-Graduação, como previsto em seus objetivos, zelará sempre para a formação de excelência de seus discentes e para a boa produção científica no país, produção esta que deve contribuir para um projeto de desenvolvimento inclusivo, no qual as desigualdades não encontrem lugar e a democracia seja respeitada.

Brasília, 01 de novembro de 2016


Carta Aberta dos Estudantes de Pós-Graduação do CEPPAC

Brasília, 4 de novembro de 2016

No dia 3 de novembro de 2016, em Assembléia Geral dos Estudantes, o corpo discente do CEPPAC se posicionou favorável às ocupações das Universidades Federais e das Escolas de Ensino Médio da Rede Pública de Ensino, bem como à greve dos servidores técnico-administrativos da Universidade de Brasília.

Entendemos que o contexto de desmonte da educação pública é de caráter regional. A América Latina e Caribe como um todo vêm sendo alvo de avanços neoliberais e de políticas pervesas nesse sentido. Nos últimos anos, estudantes, professores e pesquisadores da Colômbia, México, Argentina e Venezuela se levantaram para frear os retrocessos que querem incidir em direitos sociais duramente conquistados; e ainda lutam.

O tratamento que intentam dar à nossa educação pública é pautado por uma agenda neoliberal privatizadora. O que está em jogo é a mercantilização da educação, elitizar a pesquisa, enfim, privar a produção de conhecimento na América Latina, enquanto o que queremos é o respeito às instituições de ensino e a democratização do acesso e permanência à educação de qualidade; e por isso seguiremos lutando.

Sendo assim, é com orgulho que nos solidarizamos e nos colocamos à disposição para ajudar nas ocupações dos secundaristas e dos graduandos da maneira que lhes melhor convir. Em Assembleia, foi deliberada que os estudantes, em Colegiado, irão propor ao corpo docente que todas as aulas sejam realizadas em áreas de ocupação do Campus Darcy Ribeiro, uma vez que consideramos importante a ocupação de corpo presente de todos aqueles que vivem e constroem a Universidade. 

Iremos, também, propor ao CEPPAC que faça um pronunciamento, junto com seus parceiros latinoamericanos, denunciando a situação política de golpe que o país se encontra, com destaque para os ataques à Universidade e à Rede de Ensino público.  Consideramos importante o diálogo com instituições dos países vizinhos, pois é grave o estado do contexto regional em que esta onda conservadora avança. 

Convocamos, por fim, que alunas e alunos do CEPPAC de fato ocupem a Universidade, visitando as ocupações e fortalecendo o movimento junto aos graduandos. A Universidade está sob ataque e a pós-graduação deve se apresentar efetivamente em sua defesa. Recomendamos também que as(os) alunas(os) e professoras(es) do CEPPAC ofereçam aulas públicas às ocupações, tanto no ambiente universitário quanto nas escolas, e realizem doação de alimentos e de artigos necessários à manutenção da ocupação. Defender a universidade, neste momento, é estar nela. 

Por sermos, contrárias e contrários a qualquer tipo de retrocesso, à mercantilização da nossa educação e saúde, dizemos NÃO à PEC 241 / 55 e à Medida Provisória da Reforma do Ensino Médio! Todo apoio aos servidores e estudantes que lutam!

Ainda com esperança,

Corpo discente do Centro de Pesquisa e Pós Graduação sobre as Américas. 

  • ebook
  • repam mini
  • logo revista abya yala
  • cadernos obmigra
  • pos logo

 logo facebook

 

logo twitter